segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Encaminhe sua dúvida ou curiosidade para o Dr. Planta!


Pensando em você, amante da natureza, a MbFlores acaba de inaugurar no Blog a seção Dr.Planta. Nossos profissionais responderão as suas dúvidas e curiosidades, ajudarão a entender melhor sobre as mais variadas espécies de plantas e flores, além de oferecer dicas de cuidados especiais para deixar suas plantas sempre bonitas.

Esperamos por você! Encaminhe sua dúvida ou curiosidade para o e-mail dr.planta@mbflores.com.br que teremos prazer em atendê-lo. Confira abaixo!

Como cuidar das Orquídeas?

A orquídea pertence à maior família de planta que floresce (Angiospermas) e é através da flor que podemos identificar uma orquídea. A flor de uma orquídea é sempre formada por três sépalas, a parte externa da flor, e três pétalas, sendo uma modificada que recebe o nome de labelo, que é o mais atrativo de toda a flor, pois é nele que esta o órgão reprodutivo da flor, que na orquídea é algo que a diferencia de todas as outras flores, pois ao invés de ter ‘estiguimas’ e anteras, a orquídea possui tanto o órgão feminino fundido ao masculino formando uma estrutura que recebe o nome de coluna.

Esta família é composta por aproximadamente 35 mil espécies e mais de 150 mil híbridos, que estão espalhadas por quase todo o globo a não ser nas regiões muito inóspitas como os pólos e zonas desérticas.

Partes da Planta e Funções

Raiz: É a boca da planta, pois é um órgão especializado em absorção de água e nutrientes e também é responsável por fazer a fixação da planta no substrato.

Rizoma: É responsável pelo transporte de água e sais minerais para as folhas e por transportar o produto metabolizado nas folhas para toda planta, além de conter todas as gemas da planta que dará origem a bulbos novos e raízes novas.

Bulbo: É a caixa da água da orquídea, pois nele armazena uma grande reserva de água e nutrientes que manterá a planta viva, caso ocorra uma falta de água ou um problema nas raízes impossibilitando a absorção.

Folhas: Local onde ocorre o processo de fotossíntese que é a produção de alimento da planta, na folha também que acontece a respiração da planta, pois ali contém vários poros chamados de estômatos que são responsáveis por fazer a troca gasosa.


Cuidados

Rega: Fazer de uma a duas vezes por semana, mas freqüentemente no verão. Molhe o vaso por igual, tomando cuidado para não encharcar, o que poderia causar apodrecimento da raiz. O ideal e sempre colocar seus dedos no substrato, se estiver frio estará úmido espere secar. Se estiver seco, coloque água. Até vazar bastante pelos furos do vaso. A exceção são as ‘Vandas’ que precisão de água todos os dias.

Adubação: Como qualquer ser vivo, as orquídeas necessitam de nutrientes para que possam crescer e florescer melhor. Um exemplo de adubo é o N.P.K de preferência o 20-20-20 a não ser que sua planta esteja com alguma deficiência. Deve ser aplicado na diluição de um a dois gramas por litro, quinzenalmente e principalmente no substrato. É importante utilizar junto com este adubo formulado um adubo orgânico como o Bokashi. Este adubo é ótimo para acelerar a absorção dos microorganismos benéficos para sua planta, tornando-a mais forte e fazendo com que ela se desenvolva melhor e floresça mais.

Pragas e Doenças: O pulgão e a cochonilha são as duas principais pragas da orquídea, porém podem ser  facilmente  eliminados com inseticidas naturais como o Combate. O mesmo deve ser aplicado uma vez por semana durante o período de um mês para que esta praga seja totalmente eliminada.

Uma das principais doenças que prejudicam a orquídea é um fungo chamado ‘Cercospora’, espécie de manchas pretas na folha de forma circular com um centro amarelado. Pode controlada com o uso de produtos a base de sulfato de cobre. Caso use carvão em pó passe no local afetado, pois o carvão em pó é um ótimo fungicida natural.

8 comentários:

  1. Ana Carolina Gomes Bueno12 de novembro de 2009 01:10

    Bom dia,

    Tenho várias orquídeas que ganhei de uma amiga de presente. Nunca cuidei de flores e sei que se trata de uma flor delicada, como devo cuidar?

    Vocês também podem me dar dicas de temperos. Tenho manjericão, alecrim, tomilho, hortelã e salsinha.

    Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Bom dia a todos.
    Adorei a oportunidade.
    Gostaria de saber qual a melhor árvore frutífera para vaso se é possível mantê-la em vaso dando fruto. Tenho um vaso muito grande fica fora tomando chuva e sol.
    No aguardo.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ana Carolina

    Ao contrário do que muitos falam as orquídeas estão entre as plantas mais resistentes que temos. A única parte dela que é delicada é a flor.

    Para dar uma ajuda mais específica para você necessitamos saber as espécies de orquídeas que você tem. Falaremos então o básico e ficamos esperando um novo contato.

    Todas as plantas necessitam de nutrientes e o melhor para orquídea é o adubo com a formulação N-P-K 20-20-20 que deve ser colocado na planta a cada 15 dias, juntamente com um adubo orgânico como o Bokachi.

    Em geral devem ser molhadas de duas a três vezes por semana, depende do tempo. No frio, molhamos menos, no calor mais. Devemos replantá-las de dois em dois anos.

    E cuidado com as pragas e doenças. Elas em geral não gostam de sol direto apenas luz indireta.

    Com relação a os temperos eles devem ficar em um lugar com muita luz e molhe até três vezes por semana no calor. Existe um lema que diz que adubando tudo dá! Então não se esqueça de adubar seus temperos da mesma forma como descrito com as orquídeas. A formulação do adubo pode ser 10-10-10.

    Equipe MbFlores

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Sônia é um prazer responder suas dúvidas!

    Existem várias plantas frutíferas que são facilmente cultivadas em vaso como pitanga, acerola, goiaba entre outras. Porém a melhor delas sem dúvida é a Jabuticabeira, pois é uma planta que tem um sistema radicular que não se desenvolve muito, então ela cresce, floresce e frutifica muito bem todos os anos no vaso.

    Obs.: Jabuticabeira gosta de muita água por isso sempre deixe um recipiente gotejando água no vaso. Com isso e mais uma boa adubação, ela irá trazer muita alegria para você.

    Equipe MbFlores

    ResponderExcluir
  5. Boa noite!

    Gostaria de saber quais a flores que dão em julho para que eu possa fazer a decoração do meu casamento?!

    ResponderExcluir
  6. Olá ,minhas roseiras estão secando ,não toda ela ,mas galhos,o que é e como combater..........

    ResponderExcluir
  7. Prezada Cely, é difícil sem olhar dar um diagnóstico certeiro do que pode estar ocorrendo com as suas roseiras. Elas podem estar sendo atacadas por algum fungo por exemplo.
    Mas o ideal é fazer uma poda drástica sempre após o verão para que possam brotar mais fortes na primavera...

    ResponderExcluir
  8. Olá! Boa tarde!

    Em 2010, dei orquídeas do tipo "borboleta" para o meu namorado. As flores duraram muito tempo, no entanto, depois que secaram nunca mais a planta floriu. Sempre a deixamos na varanda, onde tomava só um pouquinho do sol da manhã (estamos em Salvador/BA). Mas agora a trouxemos pra dentro de casa, num local próximo a uma janela, onde recebe luminosidade indireta e vento. Ele molha a planta uma vez por semana com água abundante, mas conserva-a sem prato para evitar o acúmulo de água e o consequente apodrecimento.

    Algumas folhas secaram e caíram, outras encontram-se deficientes (parece que apenas uma parte delas estragou, o restante continua saudável, e já faz pelo menos 6 meses que ela está na mesma situação). Observo o crescimento das raízes, o que significa que a planta não morreu. Há também o crescimento de uma nova planta, que não parece ser orquídea, mas não tenho certeza, pois não entendo bem.

    Tivemos dúvida sobre como cortar corretamente o pendão, e não sabemos se isso pode ter prejudicado o desenvolvimento da planta. Sei que avaliar sem ver é complicado, por isso peço um email de contato para que eu envie algumas fotos. Queremos muito que essa planta volte a ser saudável e possa florir todos os anos!

    Desde já agradeço
    Flavia.

    ResponderExcluir